Cirurgia videolaparoscópica: conheça os benefícios

Cirurgia de videolaparoscopia

A cirurgia videolaparoscópica é um procedimento que tem ganhado cada vez mais espaço no setor médico e entre os pacientes. Isso porque é uma técnica pouco invasiva e que proporciona uma recuperação mais tranquila com segurança.

Os benefícios da videolaparoscopia?

Além da principal vantagem da videolaparoscopia, que são os cortes com poucos milímetros, o procedimento ainda possui inúmeros outros benefícios como: 

  • Menos dor no pós-operatório;
  • Retorno mais rápido às suas atividades de rotina;
  • Menor perda sanguínea;
  • É uma técnica muito eficaz e segura;
  • Período de internação é menor;
  • Há menos riscos de infecções;

Como é realizada a cirurgia de vídeo?

A videolaparoscopia é uma técnica cirúrgica muito usada em doenças do sistema digestivo, urologia e ginecologia. 

Como falamos, as incisões que devem ser feitas são muito pequenas, porém a quantidade delas vai depender da finalidade da cirurgia, da situação do paciente e também do estado em que se encontra a doença. 

O procedimento consiste basicamente na introdução de uma microcâmera integrada a um foco de luz no paciente por uma das incisões. É ela que permitirá ao médico ter toda a visão de que precisa e observar detalhadamente o interior do corpo. A camêra é de altíssima resolução e permite uma visão ampliada e muitas vezes melhor que a do olho nu (cirurgia aberta).

As demais incisões servem para que o cirurgião coloque e utilize pinças e outros instrumentos adaptados para o procedimento. 

É válido ressaltar que a precisão da videolaparoscopia é muito grande. Para se ter uma ideia, durante a cirurgia, o especialista recebe as imagens em um monitor e, se necessário, pode ampliá-las. 

A cirurgia com o uso da videolaparoscopia tem um excelente nível de segurança e eficácia para o paciente, desde que realizada por cirurgiões capacitados e experientes.

Se você tem dúvida sobre a cirurgia de videolaparoscopia ou deseja uma consulta com um especialista, entre em contato conosco!

Artigo escrito pelo Dr. Marcel Autran

Especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Cirurgia Robótica e tratamento de câncer de fígado e pâncreas