Artigos Nacionais - Resumo

Cirurgia Abdominal por Robótica: Experiência Brasileira Inicial

RZ Abdalla, M Averbach, U Ribeiro Jr, Marcel Autran Machado, CR Luca Fo

Arq Bras Cir Dig 2013;26(3):190-194

 

 

 

PDF (228Kb)

Racional: A robótica adicionou à laparoscopia o enriquecimento dos
movimentos, a facilidade das manobras e procedimentos, a visualização em três
dimensões e a ergonomia para o cirurgião. Objetivo: Descrever a experiência com
cirurgia abdominal assistida por robô meio brasileiro. Métodos: De julho de 2008 a
abril de 2010, pacientes foram admitidos para cirurgia abdominal e concordaram
em ser operados com auxílio do robô por equipe treinada. Registraram-se o tempo
necessário para completar a operação e o tempo de console. Resultados: Quarenta
e quatro pacientes foram operados, a maioria para correção de hérnia hiatal ou para
cirurgia bariátrica. Todos, exceto um, tiveram alta no dia seguinte ao da operação.
A única complicação foi uma fístula devida ao procedimento de clampeamento
videolaparoscópico, em operação bariátrica. Não houve hemorragia. Nenhuma
re-operação foi necessária, nem conversão para procedimento laparoscópica ou
laparotômico. O tempo médio total da amostra cirúrgica foi de 249,7 minutos (4,1
horas) e o tempo médio de console foi de 153,4 minutos (2,5 horas). A perda de
sangue pelos pacientes foi desprezível. Conclusões: Operação abdominal assistida
por robô é segura para os pacientes, com sangramento reduzido e tempo aceitável
de operação, além de ser mais ergonômica para os cirurgiões.